0 Flares Filament.io 0 Flares ×

GINECOLOGIA NATURAL

Seed Cycling, ciclo das sementes para o equilíbrio hormonal

Jacqueline Guerra, naturóloga, jornalista e coach

22 de março de 2018

Seed Cycling é um protocolo de consumo de sementes nas diferentes fases do ciclo menstrual para auxiliar na regulação hormonal. É uma ferramenta simples que oriento em consulta clínica nos casos de desequilíbrio hormonal na produção de estrogênio e progesterona,  o que pode ser a causa de alguns distúrbios como desconfortos na TPM, acne, cólicas menstruais, anovulação, dores de cabeça, ciclos irregulares e sangramento intenso. Esse método tem sido bastante divulgado nos Estados Unidos e pelo que pesquisei ainda pouco falado aqui no Brasil.

Os hormônios são mensageiros do corpo em inúmeros processos e afetam tudo, desde o humor até o ganho de peso e a resposta ao estresse. Também controlam o sono, a função sexual e a fertilidade, trabalhando juntos como um sistema para nos manter focados e funcionando em níveis elevados. Isto é, a menos que nossos hormônios estejam desequilibrados. Eles podem flutuar em resposta a uma alimentação inflamatória e a escolhas de um estilo de vida com altos níveis de estresse.

Os níveis de estrogênio aumentam na primeira metade do ciclo, quando começa a menstruação, enquanto os níveis de progesterona caem. Na segunda metade, quando ocorre a ovulação, o estrogênio diminui e a progesterona deve aumentar.

Seed Cycling  – Ciclo das Sementes

A proposta do Seed Cycling é a ingestão das sementes de linhaça, abóbora, gergelim e girassol como suporte para o sistema endócrino.

A casca das sementes contêm lignanas, fitoquímicos que bloqueiam o excesso de hormônios, e os óleos das sementes contêm ácidos graxos essenciais para a produção dos hormônios.

A ilustração abaixo mostra as etapas do ciclo e como deve ser o consumo de cada semente:

 

Fase 1

Dia 1 a 14 do ciclo

É a fase que começa no primeiro dia da menstruação com a predominância do estrogênio, necessário para fortalecer o endométrio

Protocolo:

Ingerir diariamente

1 colher de sementes de linhaça

1 colher de sementes de abóbora

São sementes ricas em ômega 3

As sementes de linhaça contêm lignanas, fitoquímicos que bloquearão o excesso de estrogênio na primeira fase do seu ciclo.

As sementes de abóbora são ricos em zinco, que suporta a produção de progesterona e a liberação para a segunda fase do seu ciclo.

Fase 2

Dia 15 a 28 do ciclo

A ovulação marca o início da Fase 2 do seu ciclo, quando o seu corpo muda da produção de estrogênio para a produção de progesterona.

Protocolo:

Ingerir diariamente

1 colher de sementes de gergelim

1 colher de sementes de girassol

São  sementes ricas em ácidos graxos ômega 6.

As sementes de gergelim, que também contêm lignanas e vitamina E, ajudam a bloquear o excesso de estrogênio.

As sementes de girassol fornecem selênio, um mineral que ajuda o fígado no processo de desintoxicação e, portanto, no equilíbrio hormonal geral.

Nos casos de mulheres que não estão menstruando, podem iniciar o protocolo conforme o ciclo lunar. O primeira dia inicia na Lua Nova e a segunda fase tem início na Lua Cheia.

Como consumir as sementes?

As sementes podem ser trituradas e misturadas em saladas, sopas, com aveia. A semente de linhaça pode ficar de molho horas antes (uma colher de sementes com  uma colher de água mineral).

Seguindo esse protocolo, geralmente leva de 3 a 4 ciclos (meses) para ver melhora significativa nos sintomas relacionados à menstruação.

 

Na Naturologia, aplicamos os conceitos da Trofoterapia, que consiste no uso dos alimentos e da alimentação como possível prevenção e tratamento de doenças. O ciclo das sementes complementa uma rotina de cuidados com a saúde, como uma boa alimentação, descanso, redução do estresse e atividade física para ajudar na desintoxicação do corpo. Não substitui um tratamento médico e também não tem efeitos colaterais.

Saiba mais sobre os sintomas de desequilíbrios hormonais clicando nas abas:

*Descrevi os sintomas a título de compreensão. É importante o acompanhamento médico para diagnóstico adequado.

Ganho de peso
Perda de cabelo
Ansiedade
Seio fibrocístico
TPM
Baixa libido
Dor nas articulações / dores musculares
Intolerância ao frio
Menstruação dolorosa
Insônia
Facilmente estressada
Desequilíbrios do açúcar no sangue
Períodos irregulares, frequentes ou pesados

Ganho de peso ou incapacidade de perder peso
Menstruação pesada ou irregular
Longos períodos (mais que 7 dias)
Dores de cabeça ou enxaquecas
Acne, rosácea
Perda de cabelo
Mudanças de humor
Mastalgia
Irritabilidade
Miomas uterinos, pólipos
Seios fibrocísticos

Suor noturno
Depressão
Secura vaginal
Insônia
Incontinência
Perda de cabelo
Envelhecimento prematuro
Perda de memória
Dor nas articulações

Choro fácil
Mastalgia (dor mamária)
Irritabilidade
Dor de cabeça
Fadiga

Seios fibrocísticos
Escape do meio do ciclo
Ansiedade
Insônia
Irritabilidade
Cólicas menstruais
Menstruação pesada ou irregular
Períodos a cada 3 semanas
Mastalgia
Chorando ou se sentindo estressada antes seu período

 

Alimentação consciente, informações consistentes, escolhas benéficas